7 Erros que fazem o Redator Freelancer iniciante perder dinheiro - Eduardo B Corrêa

Este site usa cookies e tecnologias afins que nos ajudam a oferecer uma melhor experiência. Ao clicar no botão "Aceitar" ou continuar sua navegação você concorda com o uso de cookies.

Aceitar

Sem categoria

7 Erros que fazem o Redator Freelancer iniciante perder dinheiro

Eduardo Corrêa
Escrito por Eduardo Corrêa em 17 de julho de 2021
7 Erros que fazem o Redator Freelancer iniciante perder dinheiro
Junte-se a mais de 6 mil pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre o Mercado e a Profissão do Redator Freelancer.

Existem diversos erros que o redator freelancer iniciante comete e o fazem perder clientes. A consequência se reflete na sua conta bancária. Assim, é importante saber como evitá-los.

Tudo bem que você não vai pedir o mesmo que um redator web que já está há anos nesse mercado. Mas, lembre-se, você não é um escravo. Seu trabalho também tem valor. Não tenha receio de valorizá-lo. 

Então, veja a seguir algumas sugestões de como melhor se inserir adequadamente no mercado de redator web e fazer as escolhas mais acertadas para um redator freelancer desenvolver seu trabalho e não errar mais para não ficar com o bolso vazio.

Vamos a elas!

Redator Freelancer: conheça os erros que vão prejudicar seu faturamento

Como toda profissão, é comum no início a pessoa não entender direito as dinâmicas do mercado, nem as armadilhas que precisa evitar. O tempo e a experiência ensinam onde estão os buracos e as pedras no caminho. Mas, enquanto esses dois fatores (tempo e experiência) não chegam, o redator web iniciante fica meio à mercê da própria sorte.

E, dependendo do tamanho do problema que ele enfrente, pode ser desanimador e dificultar muito seu crescimento no mercado da redação. Por isso, você precisa evitar os 7 erros listados a seguir.

1. Não se capacitar tecnicamente para se tornar redator web

Tudo bem! Você tem um bom conhecimento de português, sabe redigir textos sem erros ortográficos ou gramaticais, se preocupa com a coesão e a coerência, mas será que isso basta? Será que você já está pronto para esse mercado?

Para desenvolver o conhecimento técnico e escrever alinhado com o que o mercado deseja, ter bom conhecimento do idioma não é suficiente. Lembre-se, o objetivo maior da sua escrita é o de bem conduzir a divulgação das empresas que o contratam colocando-as em lugar de destaque, aumentando a visibilidade do negócio.

Assim, a preocupação com a formatação digital do texto, empregando as técnicas necessárias, é primordial. Você precisa saber empregar bem as estratégias que vão atrair, converter, relacionar e por último conquistar clientes em potencial.

2. Não se preocupar em desenvolver o perfil profissional de um redator freelancer

Você já se conscientizou de que não é suficiente saber escrever bem para ser um bom redator freelancer, certo? E quanto a suas habilidades cognitivas e interpessoais você já identificou quais serão importantes para essa nova fase profissional?

Tenha em mente que pessoas são contratadas por suas habilidades técnicas e são demitidas por seus comportamentos. Assim, precisamos desenvolver habilidades que nos levem a desempenhar nossas funções com maestria e excelência.

Então, pense comigo, em qualquer área, para nos tornarmos profissionais competentes, desenvolver hábitos e identificar as habilidades, os talentos naturais e os pontos fortes que possuímos é o primeiro passo. O autoconhecimento é indispensável.

3. Não ter um portfólio vendedor

Quando alguém precisa contratar um profissional, procura conhecer com antecedência quem está contratando, avaliando serviços ou trabalhos já executados ou buscando recomendações. Portanto, para o redator freelancer o portfólio é o cartão de visitas.

Em um negócio de escrita é fundamental saber demonstrar a capacidade de escrever e apresentar as ideias de maneira coesa, coerente, atraente e interessante. Objetivo principal da tarefa de um redator web.

Lembre-se que os textos no seu portfólio funcionam como uma amostra da qualidade do seu trabalho, de sua capacidade de escrita criativa, do quanto são capazes de cativar o visitante que o procura.

Textos de qualidade proporcionam a máxima experiência ao leitor, além de propiciar ao seu cliente os benefícios almejados por ele. Então, se você ainda não criou o seu portfólio, é bom começar desde já. Mãos à obra.

4. Não saber se organizar

Desenvolver uma mentalidade empreendedora é o primeiro passo para oferecer os próprios serviços. Comece por organizar seu ambiente de trabalho, arrume seu home office de maneira confortável, adequada às demandas que com certeza virão.

Depois, faça um planejamento para crescer ao longo do ano e crie mecanismos de controle financeiro, organizando seu fluxo de caixa, elaborando planilhas e formulários para auxiliar em sua rotina.

Relacione os serviços que pode oferecer e as especificidades de cada um para estruturar o seu trabalho com calma e eficiência, no intuito de transmitir ao seu cliente confiança e profissionalismo.

Para bem desenvolver os seus textos pesquise ferramentas para auxiliá-lo na sua produção, adquirindo-as de imediato ou futuramente, quando o volume de trabalho aumentar.

5. Não saber como oferecer os próprios serviços

Muita gente tem habilidades para ser um bom redator freelancer, mas não sabe como oferecer os próprios serviços de maneira adequada e eficaz, esperando o trabalho cair do céu.

Toma como única providência ingressar em algum site que oferece trabalho para redator web e fica à espera de um chamado divino. Se você é um desses, deve estar se perguntando: Como eu faço, então?

Para começar, não tenha medo ou vergonha de vender o próprio trabalho. É preciso deixar de lado crenças limitantes, como a de que o vendedor incomoda as pessoas, por exemplo.

Se esse é o seu caso, procure identificar as origens desse medo ou vergonha. E tenha sempre em mente que você não vai oferecer nada além do que outras pessoas precisam e provavelmente já estão procurando.

Convença-se de que essa relação nada mais é do que uma troca. Você oferece o que a outra pessoa está precisando e, o que é melhor, por um preço que vai ajudar a pagar os seus boletos no final do mês.

Entretanto, há algo imprescindível que não se pode esquecer na hora de oferecer o próprio trabalho. Sabe o que é? É estudar o mercado de redator freelancer. Pesquise sempre os espaços e mercados inexplorados para criar e capturar novas demandas.

Afinal, buscar segmentos saturados ou onde a concorrência é grande não vai contribuir para você deixar de perder dinheiro. Pois nesses espaços quase sempre a briga é de foice por cada trabalho.

6. Não frequentar as principais redes sociais

Se o segmento de mercado está na web e você ainda não tem um perfil nas principais redes sociais, está na hora de corrigir isso. É nelas que um redator freelancer iniciante vai encontrar o melhor lugar para a captação dos primeiros clientes. É de lá que eles virão.

As principais redes para captação de clientes são o Linkedin, Facebook, Instagram e Youtube. Crie perfis criativos para atrair os que estão em busca de um profissional. Todavia, a principal delas é o Linkedin.

Portanto, mesmo que você já tenha seu perfil, deixe-o mais atrativo. E não esqueça de acrescentar uma foto. Mas tenha em mente que não será possível causar uma ótima primeira impressão uma segunda vez. Mostre que você é o candidato ideal em um processo seletivo.

Ah! E não esqueça das palavras-chave que melhor identificam e descrevem seu trabalho. Afinal, informações precisas e confiáveis conduzem recrutadores até aos profissionais capacitados.

No Facebook, ingresse em grupos de redatores para interagir com outros profissionais da área. Fique atento aos possíveis trabalhos que possam surgir e não deixe de frequentar esses ambientes regularmente.  Lá, surgem muitas oportunidades.

7. Não saber valorizar seu trabalho de redator freelancer

E, por fim, quando conseguir o seu primeiro cliente, chega a oportunidade de ter a sua produção textual remunerada. Como cobrar? Muito ou pouco? O que fazer?

Não pense que por ser iniciante seu trabalho não tem valor. Cobrar valores irrisórios para ter seu orçamento aprovado é um grande erro. Procure conhecer o mercado de redator web para aprender a precificar seus serviços.

Logo, se você comete algum desses 7 erros, é melhor colocar a mão na massa o mais depressa possível. O mercado de redator freelancer o espera. 

Então, que tal aperfeiçoar seus conhecimentos no Formação Redator, um curso completo para você que deseja viver da escrita e parar de perder dinheiro, tornando-se um profissional bem-sucedido. 

Redatora Convidada: Adeliz Siqueira


Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *