Empreendedorismo

Como vender no Instagram: 9 dicas e 5 erros fatais

Eduardo Corrêa
Escrito por Eduardo Corrêa em 18 de setembro de 2020
Como vender no Instagram: 9 dicas e 5 erros fatais
Junte-se a mais de X pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Vender no Instagram tem se tornado a meta de quase todos os empreendedores e profissionais liberais. E com razão, visto que a plataforma conta, atualmente, com mais de 1 bilhão de usuários ativos todos os meses, ao redor do mundo.

Isso faz com que ele seja um lugar perfeito para você divulgar e vender seus serviços e produtos.

Mais do que isso, o Instagram pode fazer seu negócio decolar, ajudando a disseminar sua mensagem para as pessoas certas, que precisam do seu trabalho. 

No entanto, mesmo sendo um canal tão atraente, muitos empreendedores ainda não tratam a plataforma como parte do seu negócio e não sabem como vender no Instagram, cometendo diversos erros que matam suas possibilidades de conquistar mais clientes e vender seus serviços.

Se você faz parte desse grupo, fique tranquilo, que nesse artigo eu vou mostrar um passo a passo para você trazer mais clientes para sua agenda, vender suas aulas, cursos, terapias ou tratamentos. Além disso, você também vai aprender a evitar 5 erros fatais que a maioria comete na hora de tentar oferecer sua solução.

Como vender no Instagram

Existem dezenas de estratégias para vender no Instagram e todas passam por entender como a plataforma funciona e usar, da maneira mais eficiente possível as ferramentas que ele possui. Vamos ver tudo o que você precisa fazer para transformar o seu Instagram em uma poderosa ferramenta de negócios. 

1) Tenha um perfil comercial

vendas no instagram

Todas as pessoas começam com um perfil pessoal no Instagram. Mas, para usá-lo profissionalmente, e vender online sua solução, você precisará ter uma conta comercial. 

Um perfil comercial oferece muito mais ferramentas do que um pessoal.  

Por ser uma conta voltada para empresas, seu foco é disponibilizar dados importantes sobre sua audiência. Você terá acesso a métricas abrangendo:

Dados dos seus seguidores: gênero, idade, localização e dia e horário em que mais acessam.

Performance dos posts:  impressão, alcance e engajamento das suas publicações.

Além disso, a conta também permite impulsionar publicações e até vender dentro do Instagram produtos físicos, com o Instagram Shopping.

Não é à toa que essa é a opção mais indicada para você alavancar seu negócio.

Para mudar sua conta para um perfil comercial você precisa ir até as configurações de perfil em sua conta no Instagram e habilitar a opção “alternar para o perfil comercial”.

Será necessário possuir uma fanpage no Facebook para vincular ao seu perfil. Esse é um pré-requisito para possuir uma conta de negócios.

2) Torne a sua Bio interessante

Quando você deseja vender pelo Instagram a Bio se torna um espaço estratégico. Infelizmente, seu tamanho limitado a 150 caracteres vai obrigar você a ser muito claro e objetivo com as informações que quer passar.

Minha primeira sugestão é que você descreva como ajuda as pessoas, indicando os benefícios que o seu serviço proporciona. 

Mas, nada impede que você faça testes, mudando, ocasionalmente, conforme for estruturando melhor essa mensagem. 

A Bio é o único lugar onde é permitido colocar um link clicável, portanto, pense com carinho como vai usar essa opção. 

Se você quer vender no Instagram de maneira mais direta, pode incluir o endereço de uma página de venda, onde seus produtos e serviços serão oferecidos. 

Mas, se você for uma terapeuta holística, por exemplo, que deseja atrair mais clientes para seus tratamentos, pode ser interessante colocar o link para o seu WhatsApp. 

Analise o que você deseja realizar vendas pelo Instagram e escolha de acordo com isso.

3) Tenha uma estratégia para produção de conteúdo

como vender no instagram

O próximo passo para começar a vender no Instagram é começar a produzir conteúdo. 

Mas, tome cuidado para não ficar publicando conteúdo aleatório. Muito menos, ficar falando sempre dos seus produtos e serviços. 

É preciso ter uma estratégia de conteúdo personalizada, que mostre quem você é e que divulgue seu trabalho da maneira certa.

Nesse artigo, eu ensino como desenhar uma estratégia específica para pequenos empreendedores e profissionais liberais. 

O objetivo dessa estratégia de conteúdo é causar uma ótima primeira impressão em quem está conhecendo você pela primeira vez, e construir uma reputação (ou autoridade) online para quem já é seu seguidor. 

Vamos olhar os elementos que vão compor sua produção de conteúdo no Instagram. 

Fotos

O Instagram nasceu como um aplicativo para compartilhar imagens. Depois, foi crescendo e outras ferramentas foram adicionadas. Mas, as fotos ainda são o principal formato de publicação do Instagram. 

Por isso, quem quer vender no Instagram precisa publicar fotos bem pensadas. E fotos aqui tanto podem ser autorais, feitas pelo seu celular, ou tiradas de bancos de imagens gratuitos.

Eu uso esses aqui:

Br.freepik   

Pexels   

Pixabay 

Mas existem dezenas de outros. 

Em geral, as fotos possuem uma ótima resolução, mas podem ser arquivos bem pesados para seu celular. Nesses casos, eu costumo usar esse site gratuito que diminui o tamanho, sem perder a resolução. 

Hoje em dia, você consegue tirar ótimas fotos com seu celular, dando margem à sua criatividade. 

Inclusive, pode usar as ferramentas que o próprio aplicativo oferece alterar o contraste, iluminação, brilho, entre outras coisas, melhorando sua postagem. 

Vídeos

Estratégia de conteúdo no Instagram

Vídeos são uma excelente ferramenta para vender pelo Instagram. Atualmente, você pode publicar vídeos de até 1 minuto no feed. Caso queira publicar um vídeo mais extenso na timeline, recorte e publique como carrossel. 

Os vídeos são ótimas oportunidades para sua audiência se conectar com você, observando sua maneira de falar, sua postura, como explica as coisas. Por isso, vale a pena publicar  vídeos com regularidade, com conteúdos que vão ajudar de algum modo as pessoas. 

Outro recurso adicionado no Instagram foi o IGtv, que veio para competir com o Youtube. Por isso, permite vídeos de até 60 minutos. Pode ser um espaço para você se aprofundar nos assuntos que trabalha, colocando aulas específicas para sua audiência. 

E, por último, temos os Stories. que também aceita vídeos, com até 15 segundos de duração. Mas você pode subir vídeos maiores que o próprio Instagram “quebra” os trechos.

Esse formato possui a opção de criar um Boomerang, que permite a repetição curta de certos movimentos, tornando momentos cotidianos interessantes, engraçados e diferentes!

Ótimo para divertir as pessoas.

Textos

Apesar do Instagram ser visual e as fotos e vídeos serem mais valorizadas, você não deve ignorar o recurso dos textos como complemento dos seus conteúdos.

Uma boa legenda em uma foto ou em um vídeo pode enriquecer o conteúdo, deixando-o ainda mais relevante para as pessoas. 

Você precisa saber descrever com clareza e emoção seus serviços, terapias e tratamentos, para que conseguir vender no Instagram. 

Cada post permite até 2000 caracteres e a maioria das pessoas ignora isso, usando poucas frases, geralmente, desconexas com o objetivo da publicação. 

Sim, cada post deve ter um objetivo específico, que vai ajudar você a escolher a melhor foto e a escrever a melhor legenda. Também vai ajudar a desenvolver o roteiro dos vídeos que você vai gravar. 

Esse é um aspecto essencial na sua produção de conteúdo. Nesse artigo eu falo mais sobre isso. 

Portanto, nunca publique sem uma legenda interessante, pois estará perdendo a oportunidade de ajudar ainda mais as pessoas. 

Lives

As Lives também podem contribuir para sua estratégia de conteúdo, principalmente para manter um relacionamento mais próximo com seus seguidores. 

Quando uma Live começa, o próprio Instagram se encarrega de avisar seus seguidores, que podem vir assistir e interagir com você.

Além disso, as Lives podem ser uma ótima ferramenta para vendas no Instagram, dependendo da sua desenvoltura ao vivo. 

Como elas têm duração máxima de uma hora, você pode, por exemplo, entregar um conteúdo mais profundo durante 40 minutos e reservar os 20 minutos finais para oferecer sua solução. 

Se você conseguir envolver as pessoas na experiência com seu conteúdo antes de oferecer o produto, poderá vender mais no Instagram. Nessa Live que eu fiz, falei especificamente sobre estratégias de venda no Instagram.

4) Seja consistente

Consistência significa manter uma frequência de postagens. Isso é essencial para desenvolver a confiança das pessoas no seu trabalho e vai facilitar muito quando você começar a vender no Instagram. 

Nesse vídeo, eu mostro como você pode planejar sua produção de conteúdo para nunca mais ficar sem publicar por falta de tempo.

Não precisa publicar todos os dias, muito menos várias vezes ao dia. 

Veja o que consegue, de acordo com sua rotina. Mas, depois que definir a melhor frequência de postagens, mantenha a disciplina. 

Também é importante saber os melhores horários para publicar, o que significa observar os dias e horários em que seus seguidores estão mais ativos. 

Assim, você garante mais visualizações e engajamento para o seu post. 

5) Atraia pelo feed, se relacione pelos stories

Um erro grave que muitas pessoas cometem ao tentar vender no Instagram é ficar anunciando seus serviços e produtos no feed, nos stories e no IGTV.

As pessoas não gostam que vendam para elas, mas elas adoram comprar.

Por isso, o caminho é atrair entregando conteúdos relevantes em todas as ferramentas do Instagram. 

É fundamental que você conheça como usar os recursos oferecidos para melhorar seus resultados. Publicações no feed, quando têm muito engajamento, são mostradas para pessoas que ainda não são seus seguidores. 

Usar conteúdos mais elaborados na timeline pode atrair essas pessoas, aumentando sua audiência. 

Depois que as pessoas se tornam suas seguidoras, é essencial se relacionar com elas, afinal, você está em uma rede social. 

E os stories são ótimos para fazer isso, pois possuem uma dinâmica diferente do feed, com ferramentas para interação e entretenimento, como filtros, enquetes, stickers, entre outros recursos. 

Quanto mais você se relacionar, mais fácil será vender seus serviços no Instagram. 

6) Compartilhe depoimentos de clientes satisfeitos

Uma das melhores maneiras de mostrar os resultados do seu trabalho é pedindo para seus clientes e pacientes falarem do quanto se beneficiaram dele. 

São os chamados depoimentos, ou prova social, que demonstram a satisfação dos seus clientes. 

Você pode, por exemplo, tirar um print de comentários e publicar nos stories e no feed. Ou, então, pedir autorização para publicar mensagens diretas, onde eles elogiam seus produtos e serviços.

Se existir abertura, pode pedir para gravarem um pequeno vídeo, falando como estavam antes e depois de conhecerem seu trabalho. 

7) Responda aos comentários

Quando você publica conteúdos que, realmente, conectam e ajudam as pessoas, elas começam a aumentar o engajamento com seus posts, na forma de comentários, compartilhamentos, mensagens diretas e menções ao seu perfil.

E a pior coisa que você pode fazer é não responder ou não agradecer essas interações. 

Esse será o caminho mais rápido para você não vender no Instagram. 

As pessoas querem se relacionar com os profissionais que seguem, antes de decidirem contratar seus serviços. 

Assim, você reforça a conexão com as pessoas, e tem a oportunidade de tirar dúvidas e mostrar que realmente sabe do que está falando, reforçando a confiança delas no seu trabalho. 

8) Faça parcerias com influenciadores para acelerar suas vendas no Instagram

como aumentar as vendas no Instagram com influenciadores

Uma boa estratégia para alavancar suas vendas no Instagram é fazer parceria com influenciadores do seu segmento. 

Um influenciador é uma pessoa capaz de direcionar o comportamento e a opinião das pessoas por meio dos conteúdos que publica nas redes sociais.

Como são pessoas que possuem muitos seguidores, uma parceria ou mesmo uma recomendação paga possibilita que potencialize o alcance e reconhecimento do seu trabalho.

Mas, não escolha apenas pela quantidade de seguidores que o influenciador possui. Ele precisa ser alinhado com o seu mercado e com seu trabalho, pois isso significa que as pessoas também se interessam pelo que você oferece. 

Além disso, ele precisa ter credibilidade e reputação, para não “queimar seu filme”. 

Caso você não tenha acesso a nenhum influenciador famoso, tente encontrar um micro influenciador, que são pessoas com mil a 100 mil seguidores no seu nicho. 

Eles são mais acessíveis e podem deixar a ação muito mais humanizada. 

9) Use hashtags

Como você sabe, hashtags são termos usados para atrair pessoas interessadas nos assuntos que você publica. 

Esses termos são conhecidos como palavras-chaves, sendo precedidas pelo símbolo “#” e usadas para marcar um conteúdo dentro do Instagram.

Elas podem ser usadas na legenda dos seus posts ou nos stories, e devem se relacionar com o seu negócio e com os interesses do seu público.

É a partir delas que os usuários pesquisam novos conteúdos e descobrem outros profissionais.

As hashtags se tornaram um símbolo em todas as redes sociais, sendo uma das principais ferramentas para atrair novos seguidores para o seu perfil, aumentando suas chances de vender no Instagram.

É importante que você use palavras pertinentes ao seu trabalho, aos problemas que você resolve e às soluções que entrega. 

Assim, as pessoas que se interessam pelo tema da hashtag chegarão ao seu perfil e aos seus conteúdos. 

Se eles foram construídos usando uma estratégia eficiente, as pessoas vão se conectar com sua mensagem, e se transformarão em suas seguidoras.

A partir disso, seu desafio é continuar entregando ótimos conteúdos para construir a base de confiança necessária para, depois, oferecer sua solução. 

Você pode usar até 30 hashtags por post, mas o ideal é colocar entre 5 e 7 relacionadas ao assunto de cada conteúdo. 

O Instagram pode penalizar quem usa sempre o máximo de hashtags ou sempre as mesmas em todos os conteúdos. Seu perfil pode ter o alcance diminuído ou até mesmo ser bloqueado. 

Pesquise quais são as principais hashtags usadas no seu nicho e comece a incluí-las nos seus conteúdos. Você pode usar o site Tags Finder para ajudar nessa busca. 

5 erros mais comuns que impedem suas vendas no Instagram

Eu separei cinco ações muito comuns, realizadas por empreendedores e profissionais liberais que querem vender no Instagram, mas que podem ter o efeito contrário, ou seja, matar qualquer chance de despertar o desejo de compra na sua audiência. 

Também já gravei um vídeo sobre isso, caso você prefira assistir.

Vamos ver quais são e suas respectivas soluções.

1) Fazer post cardápio 

Post cardápio é aquela publicação onde você descreve TODOS os seus serviços e tratamentos, frequentemente, usando a função carrossel para isso.

Esse tipo de postagem traz vários problemas: 

As pessoas não sabem qual a melhor solução para o problema delas, portanto, ficarão indecisas até para perguntar mais informações.

Você não consegue trabalhar detalhadamente os problemas que cada solução resolve e a transformação que a pessoa alcança com cada uma delas. 

O ideal é que você faça uma postagem para cada serviço, tratamento ou terapia que deseja oferecer. 

Aqui vai um exercício prático para você preparar um post específico para vender no Instagram:

Escolha o serviço que será oferecido.

 Liste todos os problemas / sintomas / dores que ele resolve. 

Liste todos os resultados que a pessoa pode alcançar ao contratar esse serviço.

Faça as duas listas BEM específicas e focando, principalmente, nas emoções relacionadas ao problema que a pessoa vive e como ela se sentirá depois de passar pelo seu serviço.

Essas informações trarão uma clareza muito maior do que você deve escrever na legenda do post.

2) Fazer uma legenda totalmente descritiva 

Toda compra é emocional e justificada, posteriormente, pela razão. 

Quem já saiu de casa para fazer alguma coisa na rua, sem pensar em comprar nada, passou na frente de uma vitrine, viu uma promoção de algo que não precisava, entrou e comprou, sabe bem do que estou falando.

Nós compramos por causa das emoções que estamos sentindo como, por exemplo, medo, raiva ou alegria, e pelas emoções que queremos sentir que podem ser paz, tranquilidade, segurança, entre outras.

Quando você faz uma postagem totalmente descritiva sobre o seu serviço, sem trabalhar essas emoções, é ativada apenas parte racional no cérebro das pessoas que vão ler. 

Elas assimilam a informação, mas como não mexeu com nenhuma emoção, elas nem vão pensar em abrir a carteira. 

Você precisa trabalhar as dores, problemas, necessidades e desejos das pessoas que quer atingir e, ao mesmo tempo, mostrar os resultados que elas conseguirão com seu serviço.

Não é manipulação. É como toda venda é realizada, é como funciona nossa decisão de compra.

3) Não tangibilizar os resultados

Vender serviços no Instagram é um desafio, porque você vende algo que as pessoas não podem pegar na mão, tocar ou sentir o cheiro. 

Se isso já é difícil de ser feito off-line, fica ainda mais complexo de ser feito pela internet, porque você, que é quem vai entregar a solução, fica tão invisível quanto o serviço que oferece.

De onde vem isso? Da dificuldade da pessoa em visualizar os benefícios que ela pode ter com a sua aula, consultoria, terapia ou tratamento. 

Você como profissional já sabe que é possível, já sabe como fazer. Mas, seus clientes não sabem. E nós, seres humanos, a princípio temos receio de tudo o que é novo.

Por isso, você precisa mostrar os benefícios que serão alcançados de uma forma tangível, que as pessoas consigam visualizar. 

Uma das maneiras de fazer isso é usar o que falamos nos itens anteriores, a lista de problemas e as emoções atreladas ao problema que o serviço descrito no post vai resolver.

Foque, principalmente, em COMO elas devem estar se sentindo e o quanto isso pode atrapalhar a vida delas. Escreva de uma forma bem específica.

Isso vai fazer com que ela perceba a necessidade de resolver o problema.

Depois disso, você fala porque fazer tal tratamento ou contratar seu serviço vai ajudar na situação dela. 

Fale como a sua solução funciona, como vai atuar na vida dela, como ela se sentirá durante e depois de passar por você. 

Assim, as pessoas poderão visualizar os resultados que alcançarão apenas lendo seu post e aumentam as chances delas partirem para o direct perguntando mais informações, o preço, etc. 

4) Não tratar essas postagens como ações de venda

Muitos empreendedores e profissionais liberais ficam com medo de incomodar as pessoas quando vão oferecer seus serviços. Muitos também se sentem desconfortáveis com essas ações de venda. 

Nesse vídeo, eu falo mais sobre esse sentimento que pode estar atrapalhando seus resultados.

Mesmo que seja um simples post para vender no Instagram.

Se é o seu caso, preciso dizer que você pode estar se sabotando, até mesmo quando escreve um texto ou grava um vídeo para oferecer suas soluções. 

Mesmo inconscientemente você evita ser assertivo ao falar dos problemas que resolve e dos benefícios que trará para a pessoa. 

O resultado: você não passa confiança que pode entregar aquilo. E a pessoa não te contrata.

Quando for fazer um post com o objetivo de oferecer um serviço não tenha medo ou vergonha de vender. Se você confia no que oferece, mostre isso no seu texto ou na sua postura no vídeo.

A confiança é essencial para a venda. 

5) Não tentar fechar a venda pessoalmente 

Esse erro é uma consequência do anterior e também é derivado do medo ou da vergonha em vender no Instagram. 

Como falei antes, você está fazendo uma venda.

E no final do seu post você precisa chamar a pessoa para conversar pessoalmente (presencial ou online) com você para fechar a venda.

Mas, por quê, Eduardo? Calma, que eu explico. 

Quem é EUpreendedor e profissional liberal costuma entregar seus serviços pessoalmente e as pessoas precisam gostar de você, antes de te contratar. 

Elas precisam olhar para seu rosto, olhar no seu olho, sentir sua energia para ver se existe uma conexão com a sua pessoa, antes de contratarem sua técnica. 

Frequentemente, elas não se dão conta disso, é um processo que acontece no nível inconsciente, mas, se elas não “forem com a sua cara” não vão mais voltar. 

Por isso, não cometa o erro de terminar seu post de venda no Instagram sem pedir para a pessoa te chamar no direct ou mandar um WhatsApp (o link deve estar na Bio ok?!) para saber mais.

E quando ela tomar essa ação, você marca um papo “sem compromisso” para entender melhor os problemas que a pessoa está passando, tirar dúvidas, e mostrar como pode ajudá-la.

 Portanto, tudo o que eu falei antes é para colocar a pessoa na sua frente. É onde acontece a venda no Instagram.  

Como seus posts são distribuídos pelo Instagram

distribuição de Conteúdo no Instagram

Todas as postagens feitas no Instagram são distribuídas de acordo com um algoritmo matemático que utiliza inteligência artificial para decidir para quem entregar os conteúdos. 

Nos últimos tempos, o Instagram vem implementando mudanças que diminuíram o alcance das postagens orgânicas, aquelas que você faz sem investir dinheiro. Explico melhor no próximo tópico.

Inclusive, você já deve ter percebido que os seus posts parecem estar sendo mostrados para cada vez menos pessoas, certo?! 

É um efeito dessa modificação, que tem como objetivo “incentivar” os usuários a investirem em anúncios para vender no Instagram. 

Afinal, é assim que o Mark Zuckerberg ganha dinheiro. São as regras do jogo ditadas por ele, que é dono da plataforma. 

O que você pode fazer?

Primeiro, separar uma verba para investir na distribuição dos seus conteúdos. Como todo negócio, vender no Instagram também requer investimento financeiro.

E, em relação às suas postagens orgânicas, você pode pensar em maneiras de aumentar o engajamento dos seus seguidores, convidando-os para curtirem, comentarem e compartilharem seus posts.

Essas ações aumentam o alcance do conteúdo, porque o algoritmo dá um peso grande para essas interações. Ele entende que aquele conteúdo está agradando às pessoas e começa a distribuí-lo para mais gente.

Mesmo assim, o alcance nunca será o mesmo de um post patrocinado. 

Outra ação que você pode realizar é sempre responder aos comentários feitos nos seus posts em até 60 minutos após o envio do comentário, pois isso também contribui para aumentar a sua visibilidade.

Os stories também seguem essa regra, ou seja, apenas as pessoas que sempre assistem seus stories vão receber regularmente suas postagens. 

Invista em Instagram Ads

Como nosso objetivo neste artigo é mostrar como você pode vender no Instagram o seu serviço, temos que falar de Instagram Ads, que é o recurso de investir dinheiro para patrocinar anúncios e impulsionar seus conteúdos. 

Essa é uma das melhores ferramentas para conquistar seguidores mais rápido e aumentar suas vendas no Instagram.

Os anúncios no Instagram permite segmentar seu público, escolhendo algumas características como faixa etária, localização geográfica e interesses, entre outras, para que seus conteúdos atinjam apenas os usuários realmente interessados em sua oferta.

Em resumo, você investe para ser visto por mais pessoas, aumentando o alcance dos seus conteúdos. 

Existem dezenas de estratégias para usar os anúncios como, por exemplo, exibir apenas para quem já é seu seguidor, para quem assistiu seus vídeos, ou engajou com algum conteúdo. 

Você pode criar posts patrocinados diretamente a partir dos seus posts, usando o botão “Impulsionar” que aparece logo abaixo de toda publicação, ou através do gerenciador de anúncios do Facebook, onde existem muito mais opções para configurar seus anúncios. 

Pronto para vender no Instagram?

Neste artigo, vimos várias coisas que você pode fazer para preparar seu perfil para vender no Instagram. 

Também vimos como você pode preparar sua produção de conteúdo para aumentar as chances de captar mais clientes, preenchendo sua agenda, ou oferecendo suas aulas, terapias e tratamentos. 

Não existe resposta certa ou errada quando o assunto é estratégia para vender no Instagram.

O que você precisa fazer é aplicar tudo o que falamos aqui, adaptando o que for necessário ao seu dia a dia e verificando o que funciona para você e o que não precisa ser usado.

Com o tempo, você vai identificar e realizar os ajustes necessários para obter mais resultados com as suas vendas no Instagram. 

Espero que tenha gostado deste artigo e caso tenha ficado com alguma dúvida, comente aqui embaixo, ok?!

como vender no instagram

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *