Quer começar a trabalhar como Redator Web? - Eduardo B Corrêa

Este site usa cookies e tecnologias afins que nos ajudam a oferecer uma melhor experiência. Ao clicar no botão "Aceitar" ou continuar sua navegação você concorda com o uso de cookies.

Aceitar

Redator Freelancer

Quer começar a trabalhar como Redator Web?

Eduardo Corrêa
Escrito por Eduardo Corrêa em 28 de junho de 2021
Quer começar a trabalhar como Redator Web?
Junte-se a mais de 6 mil pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre o Mercado e a Profissão do Redator Freelancer.

Caro leitor, alguma vez parou para pensar que, apenas com um notebook em mãos conectado a uma internet, você pode ter a porta de entrada para a liberdade da sua vida, para trabalhar como redator freelancer

Parece sonho, não é mesmo? Pode até parecer, mas para muitos já é uma grande realidade!

Pois é, caríssimo! Se você possui uma paixão pela escrita, talvez seja a hora de pensar em fazer carreira de redator freelancer para obter inúmeros benefícios.

Inclusive a possibilidade de aumentar a sua fonte de renda, adquirindo, assim, mais qualidade de vida e liberdade em relação a seus horários!

E melhor! Trabalhar como redator web não exige que você tenha uma faculdade específica, basta você possuir uma escrita pregressa, alguns conhecimentos de SEO e saber estrutura de conteúdo digital! 

Para isso, existem cursos que nos ensinam tudo isso e nos deixam preparadíssimos para abraçar a profissão em foco.

Portanto, não perca nenhum detalhe deste post! 

Empresas precisam do seu talento urgentemente

Só para você ter uma ideia, empresas de pequeno e médio porte, há algum tempo, já vêm necessitando urgentemente de redatores freelancers!

Redatores que saibam redigir textos coesos e coerentes de acordo com a gramática normativa e com ideias inovadoras para a geração de conteúdo!

 Agora, imagine a urgência delas por causa da pandemia da covid-19? 

Pois é, caro leitor, se você tem o prazer de escrever, certamente a sua hora de trabalhar como redator freelancer chegou! Vamos continuar a leitura deste post para ver se você se sente motivado e seguro para essa profissão?

Como começar a trabalhar como Redator?

https://youtu.be/QqTnFAbJg0U
Saiba como é o dia a dia do Redator Freelancer

Se o seu emprego atual não corresponde mais as suas necessidades e às expectativas e está, sobretudo, impedindo-o de ter uma vida melhor, trabalhar como redator freelancer pode ser a grande solução de seus problemas!

Porém, para tomar essa decisão, antes de tudo, você deve saber por onde começar a trabalhar como redator. E o início pode ser nas plataformas especializadas em freelancers.

É importante você saber que há dois tipos de plataformas: as que cadastram profissionais e oferecem trabalhos (jobs) aos redatores como Rock Content, Contentools, Meu redator, entre outras.

 E as que  fazem intermediação entre cliente e redator como Workana, Upwork, Freelancer.com, etc.   

Dessa maneira, para você trabalhar na que melhor lhe convier, basta se inscrever!

Entretanto, algumas delas exigem que você obtenha certificação para iniciar, pois Rock Content e Hubspot oferecem cursos gratuitos, bem didáticos e contextualizados com a profissão de redator freelancer!

Logo, as plataformas são bem práticas para iniciar o trabalho em pauta, mas existem algumas vantagens e desvantagens!

Vamos conhecê-las?

Vantagens de viver da escrita

Entre as vantagens, a melhor delas é que você não medirá muitos esforços à procura de clientes para a promoção do seu trabalho, queremos dizer, a prospecção de clientes ocorre passivamente.

Em contrapartida, você terá sempre em mente que o cliente não é seu e sim da plataforma a qual você se inscreveu! Pode até ser que futuramente ele goste de seu trabalho e vire seu cliente, mas deixaremos claro que isso é bem raro acontecer.

Outro ponto positivo é a segurança de que você realmente irá receber pelo seu trabalho realizado, mas cuidado porque toda regra há exceção! 

Devido a isso, é interessante fazer um contrato ou solicitar pagamento antecipado, pois assim é mais seguro. Fique atento à maneira como a plataforma procede em relação à segurança de que realmente você irá receber!

Em vista disso, elas auxiliam você para tomar a decisão segura de ingressar nesta profissão, por permitirem que passe, primeiramente, por um treinamento de escrita web

Se você apresenta uma insegurança em relação a sua elaboração de conteúdo e até mesmo se sente inseguro em relação ao trabalho de redator freelancer, essas plataformas podem ser uma excelente opção!

Desvantagens

A principal desvantagem, do nosso ponto de vista, é a respeito da limitação dos valores e, diante disso, gera um valor mínimo pelo seu trabalho realizado.

Os baixos preços ocorrem porque as empresas buscam por preços mais baixos e acaba acontecendo um leilão por parte dos profissionais do tipo “quem cobra menos”. 

À vista disso, você tem que trabalhar exacerbadamente para conseguir algum lucro. Mas, geralmente, esse excesso leva você a ter um burnout (esgotamento) que não é nada saudável!

Dessa maneira, convém ressaltarmos que o cliente não é seu, pois todos os benefícios e esmeros de seu trabalho pertencem a plataforma a qual você faz parte! 

Outra desvantagem é a questão da concorrência entre os redatores. Isso ocorre, principalmente, nas plataformas que fazem a intermediação entre você e o cliente. Afinal, existem muitos profissionais ansiosos por conseguirem um job por lá!

Diante disso, é bem difícil você se destacar pela quantidade enorme de pessoas cadastradas.

Portanto, caro leitor, atente-se a essas informações para você ingressar de forma segura nesta profissão. Contudo, há outras opções para você prospectar seus clientes

Prospecção ativa de clientes

Para você se tornar um empreendedor na profissão de redator freelancer de sucesso, a busca pelos seus clientes se torna essencial! 

Ela se distingue da prospecção passiva, como é o caso das plataformas, porque você vai à procura de seus clientes mediante divulgação em redes sociais, como Linkedin, Instagram, FaceBook, etc. 

Mas como isso funciona?

Se você mantiver as redes sociais atualizadas e condizentes com a profissão em questão, elas ajudarão você a conseguir mais facilmente seus clientes.

Fazer cursos gratuitos das plataformas já citadas para obter certificados é um fator muito positivo para mostrar ao cliente que você tem conhecimento de fato sobre o assunto. 

Comentários nos posts dos colegas, é uma ótima alternativa para você aparecer mais! Lembre-se: quem é visto, é lembrado!

Agora que você tem uma noção de prospecção ativa, quanto cobrar pelo trabalho?

Que preço você deve cobrar?

Como você está passando por uma transição de carreira, não deve cobrar preços exorbitantes, pois isso pode afastar seu futuro cliente. 

Geralmente o valor é atribuído por palavra e essa é a maneira mais coerente e prática para você não sofrer desvantagens. 

Um preço médio para você começar como freelancer é de cinco centavos. Portanto, um texto de mil palavras, você receberá 50 reais.

Dependendo do cliente, talvez você até consiga cobrar sete centavos, logo mil palavras sairão por 70 reais!

Em suma, leitor, quer saber mais sobre esta profissão ou quer se capacitar para trabalhar como Redator Freelancer?Conheça o Curso Formação Redator, um treinamento completo para quem ama escrever se tornar Redator(a) Freelancer, trabalhando de qualquer lugar pela internet, com flexibilidade de horários e ótimo retorno financeiro.

Redatora Convidada: Flavia Monteiro

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *